Reconstruindo a cidade

JF no combate à Dengue

27/11/2018

O setor de endemias e zoonoses da Prefeitura de Joaquim Felício vem intensificando os trabalhos de combate à Dengue. Recentemente, equipe técnica especializada visitou diversos lugares da cidade e tomaram as providencias necessárias para que o mosquito não se prolifere.

De acordo com o coordenador do setor de endemias e zoonoses da Prefeitura, o combate à Dengue deve ser realizado periodicamente. “Não podemos dar atenção ao combate à Dengue apenas nos períodos de chuva, pois basta que o mosquito encontre água parada para que ele se prolifere. Estamos fazendo um trabalho voltado para que em todas as épocas do ano, o risco de transmissão da doença diminua consideravelmente”, comentou.

O coordenador ainda destaca que a participação popular é fundamental para o combate à doença. “Os moradores têm que se conscientizar. De nada adianta fazermos o trabalho de combate à doença se a população não ajudar”, completou.

Abaixo, confira informações sobre a Dengue.

 

O que é a Dengue?

A Dengue é uma doença transmitida por um mosquito muito pequeno chamado Aedes aegypti, que se reproduz em água parada. Ao contrário do que muitos pensam, a Dengue é uma doença perigosa que pode, inclusive, levar à morte.

Como é o mosquito

Ele é escuro e rajado de branco. É menor que um pernilongo comum e pica mais durante o dia. Mesmo que você não consiga ver o mosquito da Dengue na água parada, a larva dele pode estar lá. E o perigo é o mesmo. Por isso, não deixe a água se acumular em nenhum lugar.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são: Dor de cabeça, dor nos olhos, febre alta (muitas vezes passando dos 40º), dor nos músculos, dor nas juntas, manchas vermelhas por todo o corpo, falta de apetite, fraqueza e, em alguns casos, sangramento da gengiva e do nariz.

Tratamento

Quem estiver com Dengue deve ficar em repouso, beber muito líquido e procurar orientação médica. A pessoa não pode tomar alguns tipos de remédios, como por ex: aqueles à base de ácido acetil salicílico.

 

Os sintomas mais comuns são: Dor de cabeça, dor nos olhos, febre alta (muitas vezes passando dos 40º), dor nos músculos, dor nas juntas, manchas vermelhas por todo o corpo, falta de apetite, fraqueza e, em alguns casos, sangramento da gengiva e do nariz.

Nunca deixe água parada em qualquer tipo de recipiente, como garrafas, pneus, pratos de vasos de plantas e xaxins, bacias e copinhos descartáveis.

Não se esqueça de tampar as caixas d´água, cisternas, tambores, poços e outros depósitos de água.

Nunca deixe água parada em qualquer tipo de recipiente, como garrafas, pneus, pratos de vasos de plantas e xaxins, bacias e copinhos descartáveis.

Guarde as garrafas vazias de cabeça para baixo; jogue no lixo copos descartáveis, tampinhas de garrafas, latas e tudo o que acumule água.

E mantenha sempre o lixo fechado.

Last modified: 27/11/2018